Transição de Carreira

Muitas vezes por achar que não tem escolha, ou por medo de arriscar, as pessoas acomodam-se em suas funções, as vezes por infindáveis anos, e acham que uma transição de carreira é algo impossível ou muito difícil de fazer. Mas acredite, independentemente da idade ou tempo de trabalho, a transição de carreira é uma opção totalmente viável para quem não está satisfeito com os rumos da sua vida profissional e, desde que bem planejada, o sucesso na transição é praticamente certo.

Também é importante lembrar que nem sempre a transição de carreira é uma escolha. Vale destacar que em caso de demissão a pessoa pode encontrar dificuldades para voltar ao mercado de trabalho e a mudança de área pode ser a solução. Em todo processo de mudança é preciso cautela. Portanto, seguir alguns passos podem ajudar nesse novo caminho.

Primeiro passo: tenha um acompanhamento profissional.

Não faça a sua transição de carreira sem um acompanhamento profissional! Um processo de coaching, mentoria, ou mesmo uma terapia, vão fornecer as técnicas e orientações mais adequadas para que você tenha autoconfiança e inteligência emocional para lidar com a transição de carreira. Por isso, ajuda profissional é fundamental.

Segundo passo: sinta-se realizado com a sua decisão.

Quando decidimos fazer a transição de carreira algumas fases marcam o processo, como sentimento de desconforto, decisão de abandonar o emprego, especulação sobre o novo mercado e insegurança em deixar o trabalho atual para dedicar-se full time na nova área. São sentimentos comuns que aparecem durante o processo e superados no decorrer do tempo.

Vale destacar que é preciso tomar cuidado para que as mudanças na carreira não sejam uma maneira de tentar fugir dos problemas presentes em qualquer área. Problemas de relacionamento, estresse, cansaço, baixa remuneração, falta de propósito profissional, falta de capacitação e crises no mercado são situações que podem ocorrer em qualquer profissão. Portanto, sentir-se realizado deve ser o objetivo principal do profissional. Com isso, desperta-se a vontade de alcançar sempre novas metas, vencer obstáculos e superar-se diariamente.

Terceiro passo: tenha um planejamento financeiro.

Preparar-se com uma reserva financeira de no mínimo 6 meses é fundamental também, pois a transição requer alguns investimentos e pode ser que leve algum tempo até você conseguir se estruturar no novo emprego ou negócio.

Quarto passo: saber o que combina com você é importante.

Deve ser escolhida uma profissão que tenha a ver com a sua personalidade e preferências pessoais. Claro que também é importante que a área escolhida seja promissora, mas a transição de carreira tem muito mais a ver com a descoberta de seu real propósito profissional… O que você quer realmente fazer?

Lembre-se que saber qual profissão vai atuar e investir na área com cursos, especializações, networking e outras atividades é um processo contínuo. Informação nunca é demais e se for empreender, é de extrema importância investir em cursos de gestão, finanças, entre outros cursos empresariais, para poder prosperar sempre e melhor.

Se você tem um desejo real de empreender ou migrar para outra área, não tenha medo. Prepare-se e siga em frente!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *